Preparação de amostras de Cannabis

Preparação de amostras de Cannabis

Preparação de amostras e controlo de qualidade da Cannabis

A Preparação de amostras de Cannabis e o controlo de qualidade são elementos fundamentais no âmbito da análise de cannabis, desempenhando um papel crucial na obtenção de resultados precisos e fiáveis. Estes processos asseguram que os testes e análises realizadas sejam representativos da composição química da cannabis, possibilitando decisões informadas e seguras para a indústria.

A cannabis é uma planta complexa, composta por uma variedade de componentes químicos, incluindo canabinóides, terpenos e flavonoides, que conferem as suas propriedades medicinais e psicoativas. A preparação adequada das amostras de Cannabis é vital para garantir uma representação fiel da sua composição. Isso envolve a seleção e preparação cuidadosa das amostras de Cannabis, garantindo que a quantidade e qualidade dos componentes a serem analisados sejam representativas do produto final.

Além disso, o controlo de qualidade é crucial para verificar a integridade das amostras e garantir a precisão dos resultados obtidos. Isso inclui a validação dos métodos de análise, avaliação dos equipamentos utilizados e a realização de verificações intercalares para garantir a consistência e confiabilidade dos dados. A implementação de um rigoroso controlo de qualidade na preparação de amostras de Cannabis permite detectar e corrigir eventuais desvios ou erros que possam comprometer a precisão e validade das análises.

Qual é o moinho mais adequado para amostra de Cannabis?

Os seguintes moinhos RETSCH são ideais para a homogeneização e redução do tamanho de amostras de Cannabis:

A RETSCH é membro da rede de pesquisa Cannabis-Net

A precisão na análise de amostras cannabis é de extrema importância, especialmente na indústria medicinal, onde os pacientes dependem da dosagem correta para tratar condições de saúde. A determinação precisa dos níveis de canabinóides e outros compostos ativos na cannabis é essencial para garantir a eficácia e a segurança dos tratamentos.

Adicionalmente, a preparação de amostras de Cannabis e o controlo de qualidade desempenham um papel significativo na indústria recreativa da cannabis. Com a legalização em diversos países, é imperativo que os produtos de cannabis disponíveis no mercado sejam testados e rotulados de forma precisa.

O controlo de qualidade e a preparação de amostras de Cannabis são pilares fundamentais para a análise precisa e confiável. Garantem a representatividade das amostras analisadas, a integridade dos resultados e a segurança dos consumidores, seja na indústria medicinal ou recreativa. A implementação de processos robustos nestas áreas é essencial para a evolução e credibilidade do setor da cannabis.

Exemplos de Amostras típicas de Cannabis

Muitas amostras diferentes de Cannabis já foram processadas no laboratório de aplicação RETSCH, então podemos contar com uma vasta experiência e das e recomendações qualificadas dos nossos clientes.

Preparação de amostras de cannabis com os moinhos Retsch
CANNABIS – DE DROGA ILEGAL A TRATAMENTO MÉDICO

CANNABIS – DE DROGA ILEGAL A TRATAMENTO MÉDICO

As concentrações de canabinóides e terpenóides são os principais pontos de interesse no controlO de qualidade de produtos relacionados à cannabis. O conteúdo de pesticidas também é de interesse. Para garantir resultados analíticos confiáveis, o processo de preparação de amostras para cannabis precisa ser ajustável à considerável complexidade das várias matrizes. Existem alguns desafios a serem superados: as amostras podem ser pegajosas, fibrosas ou gordurosas e a quantidade de amostra pode variar muito.

 > Clique na imagem para ler o artigo completo

PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS DE CANNABIS

PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS DE CANNABIS

Moagem de até 32 g de flor de cannabis com perda mínima de amostra em 2 min: O MM 400 pode ser usado para um método de homogeneização muito rápido para amostras de cannabis em tubos descartáveis. Até oito amostras podem ser processadas ao mesmo tempo. A perda de amostra é minimizada e os resultados da extração mostram menos desvio padrão do que as amostras moídas manualmente em um moedor clássico.

 > Clique na imagem para ler o artigo completo

CORTE LIVRE DE CONTAMINAÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA AS INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIA E MÉDICA

Matérias-primas para a indústria alimentícia ou farmacêutica geralmente requerem um processo de redução de tamanho para minimizar o tamanho das partículas (chá, ervas, especiarias). Os materiais podem estar prontos para consumo, como o chá, ou são usados ​​para uma segunda etapa de processamento, como a extração de ingredientes valiosos. Um exemplo atual é a extração de óleo CBD de plantas de cannabis moídas. A Retsch lançou o Moinho de Lâminas SM 300 foodGrade para este tipo de aplicações e produção em pequena escala de ervas e especiarias.

 > Clique na imagem para ler o artigo completo

CORTE LIVRE DE CONTAMINAÇÃO DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA AS INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIA E MÉDICA COM O NOVO SM 300 FOODGRADE

CANNABIS – PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS E CONTROLO DE QUALIDADE

A Retsch tem um portfólio completo de Moinhos, Peneiros e divisores de amostras para ajudar a processar e preparar amostras de cannabis. O processo de preparação da amostra precisa ser ajustável à considerável complexidade das várias matrizes.

 > Clique na imagem para ler o artigo completo

CANNABIS - PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS E CONTROLO DE QUALIDADE